quinta-feira, novembro 13, 2008

novo 007, novo AVG, novo Windows7, enfim, coisas que já foram boas e conseguiram morrer

Começando pelo Bond, James Bond (frase que aliás não foi dita no filme, primeiro filme da série em que isso acontece); galera, não dá, Daniel Craig como James Bond não desce pela garganta de quem é fã do agente secreto, pra quem já viu Sean Connery, Roger Moore e o fantástico Pierce Brosnan na pele do agente, não dá nem pra comparar, e neste último filme isso ficou claríssimo, fora a apatia, a falta de qualquer expressão no rosto (o rosto é o mesmo quando ele toma um choque nas partes baixas ou quando ele está na cama com uma Bond Girl), ser capaz de voar, arrebentar vidros, e sair literalmente "na mão" com quase todos os personagens do filme, ele não tem um pingo da elegância, e do estilo de qualquer ator que já encarnou o papel (desculpe, Timothy Dalton, você também não era bom, mas o Daniel Craig é sem dúvida o pior de todos); até o George Lazenby (quem?) foi mais James Bond que esse troglodita. Daqui a pouco James Bond vai trabalhar de regata e havaianas, claro, exibindo seu físico de Marombeiro pra todo mundo. Enfim, esse filme foi o pior James Bond já feito na história da série.

Indo direto para o AVG, o que deu na Grisoft que tinha um EXCELENTE software gratuito que me enchia de orgulho de o oferecer a clientes, mas que de uns tempos pra cá só me mete em apuros? Dependendo da ordem de instalação ie7 - avg, o AVG simplesmente dá erro na aberturo do Windows com a mensagem de que a memória não pôde ser "read"e durma-se com um barulho desses. Daí optei pelo AVAST que tem uma péssima interface e trabalha muito mal com proxies, não durou; eis que conheci o CIS, ou, COMODO INTERNET SECURITY, que é BBdG, Bom, Bonito e de Graça. Uma solução completa que eu recomendo fortemente no lugar do AVG.

Passando para o Windows, hehe, o Windows7 nada mais será que um Vista arrumado. Palavras que saíram da própria Micro$oft. Resta saber se teremos Windows7 starter, home, home basic, home premium, home business, e Ultimate, que aí fica legal, fácil e simples demais para um usuário comum decidir qual versão desse magnífico software ele vai querer ter no seu modesto PC (Intel Core2Quad com 4GB de RAM, HD de 500GB, pra rodar legalzinho). E eu aqui, rodando com um PowerMac G4 de 500 Mhz, no OSX Tiger, feliz e contente da vida, sim, do lado aqui tenho um modesto PC, modesto mesmo, AtlhonXP 1800+ com 1 GB de RAM e hd de 40GB rodando na boa o Ubuntu 8.10 Intrepid Ibex. Pois é, a vida vai continuando. Ainda acho que o próximo OS da Micro$oft deveria se chamar Gate One, seria muito mais legal. Porém a empresa já tem um presidente "legal demais" e o software pode continuar na mesma lenga lenga de sempre. O bom disso tudo é que será mais uma era de emprego garantido para técnicos de todo o mundo.

É isso aí pessoal!
Postar um comentário